Aboio e Toadas

A HISTÓRIA DO ABOIO

O aboio é um canto de origem árabe, surgiu nos campos do deserto na atual região do Oriente Médio por volta do Século XI ou X, A.C. Era um canto de adoração aos Deuses das religiões politeista. No egito se destacou no governo do Faraó Miquerinos cantado pelos seus suditos para lhe adorarem. Os Fenício foram os verdadeiros responsaveis para levarem a cultura do aboio para os Gregos e os Romanos, devido eles ser os primeiros navegantes da Hitória da qual temos registro isso por volta do ano 600 a.c. Conta - se que no ano de 753 .a.c, data da Fundação de Roma um coral entou o canto para agradecer a Romulo pelo empenho em fundar aquela linda cidade em homenagem a os seu antepasasdos as margens do Rio Tibre proximo ao Monte Palatino. Durante Seculos o Aboio foi um canto de adoração e dedicação aos Deuses e as grandes autoridades do Mundo Antigo. O Papa Gregório II, Gregorius Secundus que foi o 89º Papa da Igreja Católica que governou de 19 de Maio de 715 a 11 de Fevereiro de 731, adotou o canto como oficial da Igreja onde mais tarde foi chamado de canto gregoriano. Mesmo na Europa o Aboio foi ligado a poesia que surgiu na África por volta do Século VIII a.c, e chegou na Europa por volta do Século XVI, d.c. Na Alemanha surgiu o Decassilábo e em Portugal Surgiu a quadra que foi destaque no trovadorismo. O Aboio chegou ao Brasil no final do Século XVI, trazido pelos africanos como canto de libertação do trabalho escravo que durou quase IV Séculos, a poesia foi trazida pelo poeta Bandarra ainda no Século XVI, em folhetos onde narrava a história do Rei D. Sebastião. Com o fim da escravidão no Brasil no final do Século XIX, alguns escravos continuaram a trabalhar nas fazendas como Vaqueiros e o Aboio foi o canto de aproximação do vaqueiro com os animais.

Aqui no Brasil aconteceram as grandes inovações dentro desta musicalidade que se tornou uma cultura do povo Nordestino e temos vários nomes que se destacaram na musicalidade do Aboio tais como: Vavá Machado e Marcolino, Galego Aboiador, Léo Costa, Zé de Almeida, Paulo Nunes, Carlos Cavalcante, Heleno Higino e Ivone Leão, Cara Véia, Chico Justino e Cícero Mendes, Atonio Neto, as irmãs Soares, Delmiro Barros, Coral Aboios, Quinteto Violado, Luiz Gonzaga e muitos outros, alem dos poetas compositores e repentistas espalhados pelo Brasil afora. A palavra Aboio etimologicamente tem vários significados:Para os Orentais Canto de adoração aos Deuses, Canto de adoração para a Igreja Católica, Canto de Libertação para os africanos e Canto de aproximação do Vaqueiro com o Gado, no Nordeste do Brasil.

Texto de Cicero Mendes, Poeta, Professor, Históriador, Filosofo, Ator, Compositor e Aboiador.

Postagem dia 31 de Dezembro de 2010, as 15:42 minutos



FONTE:http://justinomendes.no.comunidades.net/


Nenhum comentário: