Translate

domingo, 28 de abril de 2019

Forró pic plic plá

Ele veio do fundo do quintal
Hoje é maioral nos palhoções
Ta valendo milhões
Ta valendo milhões
Ta valendo milhões
O forró ta valendo milhões

Ta do jeito que o velho pai gostava
Do jeito que velho pai queria
E pra quem não acreditava
Que o forró explodia

Taí taí tá
Ele tomou conta do mundo e hoje é
Pic plic plá


segunda-feira, 4 de março de 2019

Tropeiro


Tropeiro,
Vai partir de madrugada não vê mais a sua amada,
E apressado saía
Tropeiro, é muito longe a estrada poe na frente a burrarada,
E amanhece o dia

Já bem distante o descampado, anoitece
O tropeiro não esquece o seu grande amor
Vê as estrelas no céu brilhando
E o tropeiro ficando cheio de rancor

Para o rebanho já cansado de andar
E vai descansar lá no canto sozinho
Pensa na vida cheio de amargura
Essa criatura vive sem carinho

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Maria Fulô (Ensaio) Milonga para as missões


Fom, foron fom fom



Zé Davi um cachaceiro,
Desses de pé de balcão
Resolveu ser sanfoneiro
Lá na nossa região
Conjunto chico vida, pegou fama no sertão
No lugar onde passava,
De tão ruim que ele tocava
Servia de mangação

Fom, foron fom fom foron fom fom
Foron fom fom,
foron fom fom
A poeira levantando e os cabras bêbo gritando
Dizendo ô conjunto bom

O fole velho furado,
Fazia fonrom fonrom
Um triângulo enferrujado,
E o pandeiro sem ter som
O povo sapateando,
Mas ninguém ouvia o tom
A poeira levantando,
E os cabras bebo gritando
Dizendo ô conjunto bom

Tocava de olho fechado,
Mas a música não saia
O triângulo era um arame,
E a pancada não tinia
O zabumba sem compasso,
O ritmo ninguém ouvia
Pois o couro era rasgado,
E o povo agarrado
Sem saber pra donde ia