sábado, 11 de junho de 2016

Heroina - Cheiro de Menina








A droga que me domina
Não é a droga que se vende na esquina
A verdadeira droga de quem sonha
Não é maconha não é cocaína
O que entorpede, o que me alucina
É a verdadeira droga de amorfina
O que me entorpede, enlouque, me domina
É o brilho contido nos olhos da dançarina

Minha heroína, 
Minha heroína
Só sentir teu cheiro já me desatina
Minha heroína, 
Minha heroína
Estou alucinado por uma menina
Minha heroína, 
Minha heroína
Só sentir teu cheiro já me desatina
Minha heroína, 
Minha heroína
O meu baseado é o amor dessa menina

Você é meu êxtase, meu amor próprio
Fina flor do ópio, rara sedução
Meu êxtase, meu amor próprio
Fina flor do ópio, alucinação
Sou dependente e eu ainda acho pouco
Estou ficando louco, venha me prender
No teu abraço está minha cura
O fim da minha loucura começa em você

Minha heroína, 
Minha heroína
Só sentir teu cheiro já me desatina
Minha heroína, 
Minha heroína
Estou alucinado por uma menina
Minha heroína, 
Minha heroína
Só sentir teu cheiro já me desatina
Minha heroína, 
Minha heroína
O meu baseado é o amor dessa menina


Nenhum comentário: